Campanha | Machismo não combina com Saúde




Machismo não combina com saúde

O que é a campanha
Esta campanha realiza ações de sensibilização da população masculina e profissionais de saúde sobre o processo de adoecimento e morte dos homens a partir da ideia de que a cultura machista traz prejuízos graves a saúde desta população. Pretendemos, com isso, promover um debate público amplo e crítico sobre a saúde dos homens, tendo em vista que, por um lado, saúde e prevenção são consideradas em nossa sociedade como atribuições e cuidados femininos, e por outro, os homens em geral ainda não são pensados como público de campanhas e ações públicas da saúde, especialmente no contexto da atenção básica.

Argumento
Os homens em geral são socializados para responder a modelos de comportamento e “scripts sexuais”, que não estimulam o cuidado com os outros, nem de si mesmos; a serem autônomos, independentes, não demonstrar emoções e não pedir ajuda em momentos de crise ou dificuldade, assumindo posições de poder em diferentes setores da vida cotidiana, que resultam num estilo de vida destrutivo e auto-destrutivo, tanto nos espaços públicos como privados. Os riscos, muitas vezes, aparecem como “masculinidade”.

Parceria;
Grupo de Estudos em Gênero e Masculinidades (GEMA-UFPE)

 Fotos e vídeos das ações
Vídeos
Vinhetas de 30 e 60s
Lançamento em 2009:
JC: