Campanha | Dá licença, eu sou pai!




O que é a campanha:
A campanha Dá licença, eu sou pai, tem o objetivo de promover a ampliação da licença paternidade com equiparação entre licença maternidade e paternidade.

Argumento:
No Brasil, todo pai, inclusive adotivo, tem direito à licença paternidade, sem prejuízo em seu salário. Mas, essa licença é de apenas 5 dias. Muito pouco para acompanhar os primeiros passos de um filho.


Além disso, uma diferença tão grande no tempo da licença paternidade e maternidade  (que é de 4 meses) acaba reforçando a ideia de que as mulheres são as únicas ou principais responsáveis pelo cuidado dos filhos.  Antigamente, só as mulheres eram responsabilizadas pelo cuidado dos seus filhos. O pai de hoje não é mais como antigamente.  As família também mudaram. E se o pai for solteiro? E se for um caso de guarda compartilhada? E se forem dois pais? É pelo direito de cuidar dos nossos filhos e por uma divisão sexual do trabalho doméstico justa que buscamos a ampliação da licença paternidade.


Parceria:
Núcleo de Pesquisas em Gênero e Masculinidades (Gema/UFPE)
Rede de Homens pela Equidade de Gênero (RHEG)
Fundação Carlos Chagas

VT da Campanha